Archie. Seis certezas que resultam da certidão de nascimento

O documento oficial registando o nascimento do novo bebé real foi agora divulgado e está a ser analisado à lupa pela imprensa britânica. Cinco factos registados pela BBC. E um acrescentado pelo DN.

Até agora não sabíamos muitos pormenores sobre o filho de Harry e Meghan, duque e duquesa de Sussex. A certidão de nascimento esclarece alguns pormenores.

Facto 1. Onde nasceu?

Archie não nasceu em casa. Circulava especulação nesse sentido, dizendo que a criança poderia ter nascido na casa do casal, em Windsor. É falso. Nasceu no Portland Hospital, em Westminster, no centro de Londres. Beatrice e Eugenie, filhas de Sarah ("Fergie") e do príncipe André, filho da rainha Isabel, já tinham nascido na mesma unidade privada de saúde.

Facto 2. A ocupação da mãe

Meghan Markle era atriz nos EUA quando conheceu o príncipe Harry, sexto na linha de sucessão, filho mais novo de Diana e de Charles, neto da monarca reinante do Reino Unido, Isabel II. Depois apaixonaram-se e casaram. E agora qual a é a ocupação oficial de Meghan? A certidão de nascimento do filho de ambos, Archie, esclarece essa importantíssima dúvida: Meghan, duqueza de Sussex pelo casamento com Harry (ele próprio duque de Sussex) é tecnicamente "princesa do Reino Unido".

Facto 3. Quanto tempo para registar a criança?

O príncipe Harry demorou onze dias a registar o filho. Archie nasceu em 6 de maio e a data de registo é 17 de maio. Um prazo "bastante normal", disse à BBC uma especialista destas coisas, Alicja Gilroy, superintendente dos registos em Oxford. O prazo legal seria de 42 dias.

Facto 4. Quem a registou?

Quando os pais são oficialmente casados, basta um deles para registar a criança. Foi o que aconteceu. Coube a Harry registar o filho Archie​​​​​​. Os pais costumam não gostar de ir sozinhos porque têm medo de se esquecer de datas necessárias - a data do casamento, por exemplo - e depois não a querem perguntar à esposa. Mas não foi o caso do Duque de Sussex.

Facto 5. Sem tratamento especial

O facto de se estar perante um bébé real não suscitou tratamento especial na Conservatória de Westminster, onde o registo foi feito. Quem assinou o documento foi um funcionário subalterno, Dexsha Mevada, que era quem estava de serviço.

Facto 6. E o nome, é mesmo Archie?

Esta era uma dúvida pessoal do autor deste texto. A criança chama-se mesmo Archie ou Archie é apenas um diminuitivo de Archibald (um nome ultra "posh" nas elites britânicas)?

Resposta: a criança chama-se mesmo Archie, como Archie Bunker, o personagem central da sitcom norte-americana "Tudo em família" (passou muito em Portugal mas foi há tanto tempo que só as pessoas com mais de quarenta anos se lembram).

Archie Bunker, note-se, foi uma personagem que retratou muito avant la lettre o que parece ser hoje o eleitor médio de Donald Trump nos EUA: conservador, branco, racista, homofóbico, individualista. Há pessoas escandalizadas com a falta de "pedigree" aristocrático no primeiro nome do novo bebé real.

Ler mais

Exclusivos

Premium

educação

O que há de fascinante na Matemática que os fez segui-la

Para Henrique e Rafael, os números chegaram antes das letras e, por isso, decidiram que era Matemática que seguiriam na universidade, como alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa. No dia em que milhares de alunos realizam o exame de Matemática A, estes jovens mostram como uma área com tão fracos resultados escolares pode, afinal, ser entusiasmante.