Alerta vermelho em Espanha. Chuvas fortes devido à união de duas tempestades

Instituto de meteorologia espanhol prevê acumulação de chuva que pode ultrapassar os 100 litros em 12 horas. Ilhas Baleares, onde morreram 12 pessoas devido ao mau tempo na semana passada, entre os locais em alerta.

Espanha está a partir de hoje em alerta vermelho por causa da aproximação de duas tempestades, uma oriunda do Mediterrâneo e outra do Atlântico, que vão trazer até domingo chuvas fortes e persistentes às províncias do sul e do leste da Península Ibérica e às ilhas Baleares.

"A partir de quinta-feira, a Península e as Baleares serão afetadas por um marcado e instável fluxo húmido do Mediterrâneo, resultante da união de duas tempestades, uma que evolui a partir do Mediterrâneo e outra do Atlântico. Esta situação levará a chuvas fortes, persistentes e tempestuosas, produzindo acumulações que podem exceder os 100 litros em 12 horas", de acordo com o aviso da Agência Estatal de Meteorologia. Em Castellón, pode até chegar aos 300 litros em 12 horas, segundo o último alerta.

Esta quinta-feira, a tempestade vinda do Atlântico "penetrará pelo sudoeste peninsular, ao mesmo tempo que a tempestade mediterrânea se aproximará pelas Baleares". A chuva forte deverá cair na Andaluzia, Comunidade Valenciana e Catalunha a partir desta tarde, com a interação de ambas as tempestades a levar a um aumento da precipitação na Catalunha, Aragão, Comunidade Valenciana e Baleares. As chuvas serão muito fortes e persistentes até domingo.

O mau tempo volta a atingir Espanha depois da passagem da tempestade tropical Leslie, que também deixou marca em Portugal, e da tromba de água que causou inundações e 13 mortos nas ilhas Baleares.

A tempestade que está no sul da Península Ibérica começa por ser uma Depressão Isolada de Altos Níveis, conhecido popularmente como "gota fria". O que é normal nesta zona no início do outono. Contudo, segundo indicou um dos porta-vozes da Agência Estatal de Meteorologia espanhola ao El País, "é preciso recuar a outubro de 2008 para encontrar um episódio semelhante".

Em Portugal, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, não está previsto qualquer alerta durante o fim de semana.

Exclusivos