Manfred Weber é o candidato do PPE à presidência da Comissão Europeia

O alemão Manfred Weber, atual líder do grupo parlamentar do Partido Popular Europeu (PPE), assumiu-se hoje como o candidato da maior família política europeia à presidência da Comissão Europeia.

Manfred Weber, de 46 anos, é o atual líder do grupo parlamentar dos conservadores no hemiciclo europeu, e candidato a suceder a Jean-Claude Juncker na presidência da Comissão Europeia.

"A Europa está num momento de viragem. Em maio, as pessoas vão decidir o futuro deste continente. O quadro é difícil: estamos a ser desafiados externamente, e atacados internamente na União Europeia por radicais que não acreditam nos ideais de parceria. [...] Questionei-me se podia enfrentar estes desafios, se podia contribuir. A minha resposta é: estou preparado", anunciou Weber, militante da CSU (partido social-cristão da Baviera, irmão da CDU de Angela Merkel) em conferência de imprensa, em Bruxelas.

As próximas eleições europeias decorrerão entre 23 e 26 de maio de 2019.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

Crédito: teremos aprendido a lição?

Crédito para a habitação, crédito para o carro, crédito para as obras, crédito para as férias, crédito para tudo... Foi assim a vida de muitos portugueses antes da crise, a contrair crédito sobre crédito. Particulares e também os bancos (que facilitaram demais) ficaram com culpas no cartório. A pergunta que vale a pena fazer hoje é se, depois da crise e da intervenção da troika, a realidade terá mudado assim tanto? Parece que não. Hoje não é só o Estado que está sobre-endividado, mas são também os privados, quer as empresas quer os particulares.