Imagem de tigre a abraçar uma árvore vence prémio de vida selvagem

A fotografia foi captada nas profundezas das florestas do Extremo Oriente da Rússia, no Parque Nacional do Leopardo.

É muito difícil fotografar um tigre-siberiano, mais ainda conseguir capturar o animal num momento tão importante - como a altura em que marca território. Mas o fotógrafo russo Sergey Gorshkov conseguiu-o com uma câmara escondida.

A imagem de um tigre fêmea a abraçar uma árvore - na verdade a esfregar-se contra o tronco para deixar o seu cheiro - atribuiu a Gorshkov o título de Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano.

A fotografia foi captada nas profundezas das florestas do Extremo Oriente da Rússia, no Parque Nacional do Leopardo.

"A iluminação, as cores, a textura - é como uma pintura a óleo", disse o presidente dos jurados da WPY (Wildlife Photographer of the Year) , Roz Kidman-Cox, citado pela BBC.


"É quase como se o tigre fosse parte da floresta. A cauda mistura-se com as raízes da árvore. Os dois são um", acrescentou.

Para conseguir fazer esta fotografia que lhe garantiu o prémio, Sergey Gorshkov montou uma armadilha fotográfica. O equipamento foi instalado na floresta para vir a ser acionado automaticamente quando um tigre passasse.

Os tigres da Rússia Oriental foram caçados até quase à sua extinção e serão agora apenas algumas centenas.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG