Homem armado mata mulher em lar para religiosos

Uma mulher morreu e 59 dos religiosos que vivem no retiro em França foram resgatados pelas autoridades. Suspeito fugiu

Um homem encapuzado, armado com uma faca e uma caçadeira de canos serrados, entrou num lar de idosos para religiosos em Monferrier-sur-Lez, no departamento de Hérault (sul de França), a matou uma mulher. A prefeitura de Hérault fala num "ato criminoso". O suspeito fugiu, tendo a polícia montado uma importante operação de "caça ao homem".

As autoridades entraram ao fim da noite no lar "Os Carvalhos Verdes", de onde foram resgatados 59 residentes. Depois de não encontrar o suspeito no edifício, alargaram o perímetro de buscas. As estradas de acesso ao local foram mesmo cortadas.

Os motivos do indivíduo eram ao início da madrugada desconhecidos. "Nada neste momento indica que isto seja um ato terrorista", indicou uma fonte citada pela Reuters.

Por volta das 23.30 em Lisboa a polícia terminou a busca por todos os andares do edifício e 59 residentes (antigos missionários em África, assim como seis ou sete laicos e outras tantas freiras) foram postos em segurança. "A média de idades é muito grande, cerca de 75 anos. Alguns residentes têm mais de 90 anos", indicou à AFP o delegado episcopal para a informação da diocese de Montepellier, Wayne Bodkin.

Segundo os media, o suspeito terá amarrado e amordaçado uma cuidadora do lar, que depende da Sociedade de Missões Africanas, uma congregação missionária fundada a 8 de dezembro de 1856 pelo monsenhor Marion Bresillac. Essa mulher terá conseguido libertar-se e chamar a polícia. Outra mulher, que segundo as fontes do Le Parisien seria uma funcionária das limpezas mas segundo a Reuters era residente no lar, morreu após ter sido esfaqueada três vezes.

De acordo com a AFP, pelo menos 15 veículos da polícia e mais uma dezena de carros dos bombeiros foram destacados para a operação.

A França está em estado de alerta desde os atentados terroristas islamitas do ano passado em Paris.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG