Hollande pede medidas específicas contra ciberataques na campanha

O presidente pediu às autoridades de Segurança Nacional um plano que permita evitar ciberataques durante a campanha

O presidente francês, François Hollande, pediu hoje que sejam tomadas medidas específicas de vigilância e proteção, nomeadamente em matéria de cibersegurança, durante a campanha para as presidenciais de França.

Segundo um comunicado da presidência, Hollande pediu aos ministros que integram o Conselho de Defesa e Segurança Nacional para lhe apresentarem, na próxima semana, um plano que permita evitar ciberataques durante a campanha.

A iniciativa é feita num contexto de suspeitas de interferência da Rússia nas presidenciais de novembro nos Estados Unidos e depois de o candidato independente às presidenciais francesas, Emmanuel Macron, denunciar tentativas de interferência semelhantes.

A Rússia nega todas as acusações.

Os conselhos de defesa e segurança nacional, que França passou a realizar semanalmente desde os atentados de Paris de janeiro de 2015, reúnem o presidente, o primeiro-ministro e os ministros da Defesa, Interior, Economia e Finanças, Orçamento e Negócios Estrangeiros.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG