FBI prende homem que planeava atentado no 4 de julho

Um cidadão norte-americano, que se declarou da Al-Qaeda, foi preso por planear um ataque terrorista em Cleveland durante os festejos do dia da Independência dos Estados Unidos, em 4 de julho.

O FBI prendeu Demetrius Pitts, de 48 anos, um homem que afirmou a um agente encoberto estar a planear um ataque às celebrações do 4 de julho em Cleveland e que queria assistir às explosões.

O homem, cidadão norte-americano que se radicalizou e que havia declarado lealdade à Al-Qaeda, foi preso no domingo depois das suas afirmações. "Eu vou estar na baixa quando acontecer. Eu quero ver isso acontecer", disse Pitts segundo o que a agência federal apresentou em tribunal.

O agente do FBI teria ajudado Pitts a escolher os locais para os ataques, perto de um espetáculo de fogo-de-artifício e de vários prédios governamentais, adiantou a agência.

Pitts sugeriu oferecer brinquedos armadilhados (carros com controlo remoto) a filhos de militares, de forma a que as crianças detonassem inadvertidamente as bombas durante o desfile.

Acusado de oferecer apoio a uma organização terrorista estrangeira, Pitts arrisca uma pena de prisão até 20 anos. "Este arguido, pelas suas palavras e pelos seus atos, queria atacar a nossa nação e os seus ideais", disse Justin Herdman, procurador do Ohio.

Em 2015, as autoridades norte-americanas informaram ter prendido mais de 10 pessoas inspiradas pelo Estado Islâmico antes do 4 de julho.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG