Falsificação? Deputado francês ridicularizado por foto a escalar montanha

Eric Woerth, do partido de direita Os Republicanos, garante que a imagem que partilhou no Twitter é verdadeira. O seu guia confirma. Mas a Internet já está cheia de memes a gozar com ele.

Há 40 anos que Eric Woerth tem no alpinismo a sua grande paixão. Na segunda-feira, como faz todos os anos, publicou no Twitter uma fotografia sua a escalar uma montanha - neste caso a Agulha de Argentière, no maciço do Monte Branco, nos Alpes franceses. O que ele não imaginava era a reação que a imagem ia gerar.

Não faltaram logo internautas a apontar algumas discrepâncias na imagem do deputado do partido de direita Os Republicanos, duas vezes ministro entre 2007 e 2010, durante a presidência de Nicolas Sarkozy. Primeiro foi o ângulo do fecho da sua parka que, apesar de ele supostamente estar a escalar quase na vertical pende em direção à montanha e não para baixo.

"Retificando o ângulo de acordo com a força da gravidade exercida sobre o fecho do seu casaco, é logo menos impressionante!! Os políticos são um desespero!!", escrevia o utilizador Tok-Ra, que se apresenta no Twitter como responsável em informática no sector do luxo.

Mas esta não foi a única alegada incongruência que chamou a atenção dos internautas. Não falotu logo quem descobrisse as duas pessoas no canto inferior direito da imagem que parecem estar de pé na parede da montanha.

"O mais impressionante são as duas pessoas à direita da foto que estão de pé na horizontal", escreve o utilizador Maître Nicolas.

Perante esta onda de comentários a tentar ridicularizá-lo - que encontraram repercussão nos media franceses e até nos britânicos como o The Guardian ou a BBC - Woerth veio a público defender-se. "A verdade é que é simplesmente uma fotografia de montanha. Não estou a fazer pose, sou apenas eu", explicou o deputado à revista Valeurs Actuelles.

Alpinista de créditos firmados, Woerth ficou espantado com a repercussão mediática da imagem. "Há 40 anos que faço alpinismo e há três ou quatro que, uma vez por ano, partilho uma fotografia desta paixão no Twitter para revelar uma parte importante da minha personalidade. No ano passado publiquei uma foto tão impressionante como esta. Ninguém falou nisso!".

Quanto às duas pessoas de pé no canto inferior direito da imagem, Woerth explica que "ajudámos aquelas pessoas a descer. Eram mais jovens e mais rápidos do que nós. A sua posição de pé explica-se com a inclinação da encosta. O glaciar do meio da Agulha de Argentière tem uma encosta muito inclinada ao longo de 300 ou 400 metros, onde me encontro quando a foto é tirada. O que não acontece 150 metros mais abaixo, onde caminham as duas pessoas".

Sobre as acusações de falsificação, o deputado nega veementemente: "Não é uma selfie! Foi o meu guia que tirou a foto com o telemóvel dele".

Contactado pela mesma revista, o guia, Jean-Franck Charelet, confirma as declarações de Woerth, apesar de admitir que o ângulo pode estar exagerado devido à sua própria posição no momento de tirar a foto. "Eric Woerth é um excelente alpinista que já escalou o Eiger, o Cervin, as Agulhas do Diabo", explica no Facebook.

Charelet mostra-se ainda "surpreendido" com os "comentários críticos" a uma simples fotografia.

Isso não impediu os internautas de usar a imagem do ex-ministro para uma série de memes - desde os que o colocam a pisar a Lua, a escalar a Torre Eiffel ou o comparam ao Homem-Aranha:

Exclusivos