Ex-primeira-ministra do Bangladesh condenada a cinco anos de prisão

A chefe da oposição e ex-primeira-ministra foi julgada pelo desvio de fundos

A líder da oposição do Bangladesh, Khaled Zia, foi condenada hoje a cinco anos de prisão por "abuso de confiança" devido ao envolvimento num caso de desvio de fundos do Estado.

A chefe da oposição e ex-primeira-ministra foi julgada pelo desvio de fundos (206 mil euros) destinados a um orfanato durante o primeiro mandato que se prolongou entre 2001 e 2006.

O filho da atual líder da oposição também está envolvido no mesmo processo.

Horas antes de ter sido conhecida a sentença, milhares de apoiantes de Khale Zia, dirigente do Partido Nacionalista do Bangladesh (BNP), envolveram-se em violentos confrontos com a polícia em Daca.

As autoridades reforçaram as medidas de segurança em todo o país.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.