EUA interrogam perito de armas químicas do ISIS

Um especialista do Estado Islâmico na produção de armas químicas foi capturado pelas forças especiais dos Estados Unidos.

De acordo com várias fontes iraquianas e norte-americanas, Sleiman Daoud al-Afari foi em tempos um especialista que produziu armas químicas e biológicas para Saddam Hussein, o líder iraquiano que em 2003 foi deposto após a invasão dos EUA.

Al-Afari, detido no mês passado durante uma operação das forças especiais, encontra-se sob custódia do exército norte-americano na instalação temporária de detenções de Erbil, no Iraque.

O The New York Times avança que o suspeito forneceu aos seus captores detalhes importantes que descrevem a técnica usada pelo Estado Islâmico para equipar os obuses de artilharia com gás pimenta.

O exército norte-americano descreve o prisioneiro como um militante "de relevo" para o Estado Islâmico.

A detenção foi comunicada à Cruz Vermelha que, seguindo o protocolo, monitoriza o tratamento dos prisioneiros de guerra. Num comunicado publicado esta terça-feira, a organização confirmou que já tinha visitado o especialista em armas químicas mas não avançou qualquer informação relativamente ao seu estado de saúde.

O Departamento da Defesa dos Estados Unidos insiste que o país não está a planear manter o prisioneiro sob custódia e que este será entregue às autoridades Iraquianas e curdas assim que acabarem os interrogatórios.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG