Escolas indianas fechadas nos próximos três dias devido à poluição

Poluentes na atmosfera em Nova Deli estão dez vezes acima do nível recomendado pela Organização Mundial de Saúde

As escolas da região de Deli, onde se localiza a capital indiana, estarão fechadas nos próximos três dias, informou hoje o governo local, numa altura em que toda a zona luta contra uma das piores fases de poluição do ar nos últimos anos.

"São necessárias medidas de emergência, em conjunto, para resolver esse problema", disse Arvind Kejriwal, ministro chefe da Região da Capital Nacional de Deli, que é uma zona que engloba ainda Nova Deli (capital) e outras localidades.

"Todas as construções e demolições na cidade serão interditas nos próximos cinco dias. Todas as escolas serão fechadas nos próximos três dias em Deli", acrescentou.

A fumaça grossa cobriu a capital durante dias e as autoridades locais e centrais estiveram reunidas para resolver a crise.

Arvind Kejriwal, que presidiu uma reunião de emergência do gabinete de estado, aconselhou as pessoas a ficarem dentro de casa, tanto quanto possível, e se puderem trabalhar em casa.

Outras medidas anunciadas pelo governo incluem a luta contra incêndios em aterros, a aspersão de água nas estradas principais para eliminar a poeira e o encerramento temporário de fábricas.

O ministro chefe comparou hoje o estado a uma "câmara de gás", culpando principalmente a queima de colheitas por fazendeiros em estados vizinhos pela poluição atmosférica.

A qualidade do ar em Deli tem piorado com o passar dos anos, resultado da rápida urbanização que trouxe a poluição de motores a diesel, centrais a carvão e emissões industriais.

A leitura de poluentes na atmosfera recentemente quebrou pela primeira vez a marca de 1.000 microgramas num bairro no sul de Nova Deli, sendo 10 vezes mais do nível recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Exclusivos