Embaixador de Malta demite-se depois de comparar Merkel a Hitler

O embaixador de Malta na Finlândia demitiu-se, a pedido do ministro dos Negócios Estrangeiros maltês, depois de comparar a chanceler alemã Angela Merkel a Adolf Hitler numa publicação no Facebook.

Em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros considerou que as afirmações do embaixador Zammit Tabona "não representam a amizade e respeito mútuo entre Malta e a Alemanha".

Zammit Tabona era embaixador não-residente na Finlândia há seis anos e a sua demissão tem efeitos imediatos, segundo o comunicado.

Já no domingo, o ministro, Evarist Bartolo, tinha dito ao Times of Malta que pediu ao embaixador que se demitisse "assim que foi alertado" e que vai ser enviado à embaixada alemã um pedido de desculpas.

Na publicação no Facebook, entretanto apagada, Zammit Tabona escreveu: "75 anos depois de termos parado Hitler, quem vai parar Angela Merkel? Ela cumpriu o sonho de Hitler! Controlar a Europa."

A Europa assinalou na sexta-feira o 75.º aniversário do fim da II Guerra Mundial, com a rendição do regime nazi aos Aliados.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG