Eleições regionais: 16,27% de participação até ao fim da manhã

Este é o último teste político em França, antes das Presidenciais de 2017

A participação na primeira volta das eleições regionais em França alcançou 16,27 por cento às 12:00 horas locais (11:00 horas em Lisboa), duas décimas acima do resultado registado em 2010 à mesma hora.

A percentagem, no entanto, é inferior à taxa registada nas regionais de 2004, quando já haviam votado 18,48% dos franceses eleitores.

É a primeira vez, em cinquenta anos, que a França realiza eleições a nível nacional no mês de dezembro.

A grande novidade destas eleições é que o país está dividido em treze regiões, no lugar dos 22 como era até agora, devido à simplificação administrativa promovida pelo Presidente François Hollande.

Os conselhos regionais tiveram reforçados os seus poderes, que afetam fundamentalmente o desenvolvimento económico dos territórios, o planeamento e financiamento dos transportes públicos e a organização educacional.

Depois de uma campanha quase inexistente, realizada no período de estado de emergência decretado pelas autoridades depois dos atentados em Paris - que provocaram 130 mortos -, 44,6 milhões de franceses vão às urnas para eleger 1.757 conselheiros regionais entre os 21.456 candidatos, repartidos em 171 listas.

Este é o último teste político antes das Presidenciais de 2017, em que o partido ultranacionalista Frente Nacional (FN), de Marine Le Pen, poderá alcançar resultados históricos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG