Duques de Cambridge retiram placa de quadro para não ofender casal Obama

O título do quadro, do artista Aelbert Cuyp, do século XVII, inclui a palavra "negro".

Os duques de Cambridge receberam na sexta-feira a visita do casal Obama para um jantar informal. E, para não ofender as visitas, retiraram a placa com o nome de um dos quadros que têm na sala e disfarçaram colocando um candeeiro a tapar a zona. A obra, do século XVII e assinada por Aelbert Cuyp, chama-se "The Negro Page". Tem por isso, a palavra "negro", com forte conotação racista nos Estados Unidos.

Foi um assistente do Palácio de Kensington que se apercebeu da placa. "Ninguém queria ofender os Obama, pelo que se recorreu a uma chave-de-fendas para remover o título do quadro", disse uma fonte do jornal The Sun. Além disso, a equipa colocou uma planta e um candeeiro a tapar o local onde estava a dita placa.

A obra em causa, um quadro a óleo, tem o título alternativo "A Page and Two Horses" e mostra um jovem escravo.

Barack e Michelle Obama jantaram com o príncipe William e a mulher, Kate Middleton, na sexta-feira, e conheceram o príncipe George. A imagem que mostra o filho dos duques de Cambridge a cumprimentar o presidente dos Estados Unidos de roupão foi o que mais deu que falar nessa ocasião. No entanto, a imprensa inglesa também aproveitou para analisar à lupa a sala de estar, evidenciando as garrafas de bebidas que estavam sobre uma mesinha de apoio ou as fotografias expostas no mobiliário.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG