Duas explosões matam oito pessoas junto ao aeroporto de Mogadíscio

Duas bombas terão explodido, uma detonada por bombista suicida

Duas explosões de grandes dimensões, seguidas por trocas de tiros, foram ouvidas esta terça-feira junto à entrada principal do aeroporto de Mogadíscio, capital da Somália, avança a imprensa local citada pela BBC.

De acordo com a estação britânica, as explosões foram causadas por duas bombas e pelo menos um dos engenhos explosivos terá sido detonado por um bombista suicida. A AFP refere que há registo de pelo menos oito mortos. Na área onde ocorreram as explosões está instalada uma base das forças de manutenção de paz da União Africana.

Segundo a agência Reuters, o atentado já foi reivindicado pelo grupo extremista islâmico Al-Shabab, que reclama ter assassinado pelo menos 12 pessoas. Aliados da Al Qaeda, os militantes do Al-Shabab têm levado a cabo ataques frequentes na Somália, numa tentativa de desestabilizar o governo apoiado pelas Nações Unidas, e intensificaram o número de ataques com a aproximação das eleições. Nas últimas semanas, vários hotéis foram atacados com auxílio a carros armadilhados.

As imediações do aeroporto de Mogadíscio são uma "zona segura" para operações das forças da ONU, área onde se encontram as embaixadas de vários países estrangeiros na Somália.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG