Dois mortos em casa de milionário que financia democratas. Polícia reabre investigação

Polícia está a investigar o caso mais recente e abriu a investigação ao caso que ocorreu em julho de 2017.

A polícia californiana foi chamada às 1.05 da manhã de segunda-feira a uma casa em West Hollywood, depois de os bombeiros não conseguirem reanimar um homem que tinha parado de respirar e pronunciarem a sua morte no local. Em menos de dois anos este é o segundo homem a morrer, aparentemente por overdose, neste apartamento, propriedade do proeminente doador do Partido Democrata, Ed Buck, de 64 anos.

Em julho de 2017, Gemmel Moore, um jovem negro de 26 anos, foi encontrado morto por overdose de metanfetaminas e nu num colchão na sala de Buck. Na altura, o doador democrata (que assumiu a sua homossexualidade aos 16 anos) foi interrogado e considerado um suspeito, segundo o The Los Angeles Times, mas acabou por não ser acusado por não ser possível provar "sem qualquer dúvida que tinha fornecido as drogas ou estava na posse de drogas". Agora, a polícia diz que vai reabrir esse caso.

A identidade do homem que foi encontrado morto esta segunda-feira ainda não foi revelada, sabendo-se apenas que será outro homem negro, na casa dos 50 anos. O advogado de Buck, Seymour Amster, disse à CNN que era um amigo do proprietário da casa há mais de 25 anos e reiterou a inocência do seu cliente. "Sim, o Ed tem indivíduos com quem se associa que têm problemas com as drogas. Ele tenta fazê-los desistir. Às vezes, eles trazem os problemas para o seu apartamento e é aí que está o problema", afirmou.

Em ambos os casos, Buck estava em casa. "Daquilo que sei, ele era um velho amigo que morreu de overdose acidental", disse o advogado ao Los Angeles Times. "Acreditamos que a substância foi ingerida noutro local que não o apartamento. A pessoa chegou já intoxicada", acrescentou Amster, dizendo que Buck estava "relutante" em deixá-lo entrar em casa, mas ele "insistiu". Segundo o advogado, Buck tinha acabado de sair do duche quando ele chegou e que estava a acabar de se arranjar quando se apercebeu de que algo estava mal.

Ed Buck, que fez fortuna no setor dos seguros, ganhou fama em finais dos anos 1980, quando liderou os esforços para o impeachment do governador do Arizona, Evan Mecham (que seria afastado em 1988 por obstrução de justiça e mau uso de dinheiros públicos). Mais recentemente, tem feito várias doações para políticos democratas, especialmente na Califórnia, mas também para a candidatura presidencial de Hillary Clinton (2700 dólares em 2015) e de Barack Obama (mil dólares em 2008).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG