Avalanche na Suíça: quatro feridos e número incerto de desaparecidos

Acidente ocorreu na estância de esqui de Crans-Montana. Neve terá coberto 300 a 400 metros da pista.

Quatro pessoas ficaram feridas, uma delas com gravidade, numa avalanche na estância de esqui de Crans-Montana, no cantão de Valais, na Suíça. Autoridades procuram ainda mais sobreviventes entre a neve, desconhecendo quantos podem ter sido atingidos pela avalanche que cobriu 300 a 400 metros da pista de esqui de Plaine-Morte.

"As testemunhas disseram-nos que pode haver mais pessoas debaixo da neve e é por isso que continuamos as buscas com meios consideráveis", disse o comandante da polícia de Valais, Christian Varone, numa conferência de imprensa. Oito helicópteros e mais de 240 polícias e socorristas estão envolvidos na operação.

O jornal local Le Nouvelliste, citando o presidente do cantão, Nicolas Feraud, disse que podia haver entre dez e 12 pessoas soterradas.

Em comunicado, o departamento de comunicação de Crans-Montana referiu que o alerta foi dado pelas 14:23 locais (13:23 em Lisboa), de acordo com a agência noticiosa AFP.

As altas temperaturas na região, aliadas à forte queda de neve nas últimas semanas, aumentaram o risco de avalanches em muitas estações daquela zona dos Alpes, numa altura de grande afluência de esquiadores.

O portal de Internet da área do esqui indicou que o risco de avalanche foi de 2 numa escala de 1 a 5, em que cinco é o mais perigoso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG