Detido na Tailândia fugitivo checo procurado por espalhar VIH

Zdenek Pfeifer, de 49 anos, foi detido depois de a informação de que estaria na Tailândia ter começado a circular nas redes sociais

Um fugitivo checo, procurado na sua terra natal pela suspeita de ter conscientemente infetado múltiplas vítimas com o vírus do VIH, foi detido na Tailândia, onde vivia há mais de um ano, revelou hoje a polícia.

Zdenek Pfeifer, de 49 anos, foi detido no seu apartamento na ilha de Phuket na tarde de terça-feira, indicou, num comunicado, a Interpol.

A detenção ocorreu depois de informações advertindo para a sua presença naquele país se terem tornado virais nas redes sociais na Tailândia durante esta semana.

"A polícia tailandesa vai contactar com a Interpol checa assim que ele for acusado por infrações locais", disse a Interpol da Tailândia, indicando que ele foi detido por permanecer ilegalmente, sem visto, no país.

Segundo os 'media' checos, Zdenek Pfeifer fugiu do país em junho de 2015 depois de ter sido acusado por deliberadamente infetar mais de uma dezena de homens, incluindo um menor de idade, com o VIH (Vírus de Imunodeficiência Humana).

O coronel Krissana Pattanacharoen, porta-voz adjunto da polícia nacional, afirmou que Zdenek Pfeifer enfrenta acusações por "ofensas sexuais" na sua terra natal.

A primeira vez que entrou na Tailândia foi em junho de 2015, com um visto de turismo que expirou em agosto desse mesmo ano.

"Recebemos um 'alerta vermelho' da Interpol e a polícia prendeu-o ontem [terça-feira] por excesso de permanência", explicou à agência noticiosa francesa AFP.

O tenente-general Nathathorn Prousoontorn, comandante da polícia de migração da Tailândia, disse aos jornalistas que, até ao momento, não foi apresentada localmente qualquer queixa de que Pfeiffer tivesse infetado conscientemente alguém com o vírus VIH.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG