Detida jovem que mandava mensagens eróticas a ministro

Desde setembro que estudante enviava fotos e mensagens ao ministro da Economia.

O ministro da Economia francês perdeu a paciência e, depois de meses a receber mensagens amorosas e fotografias eróticas, decidiu apresentar queixa contra a remetente. Ontem, uma jovem estudante de Direito foi detida.

Desde setembro que Emmanuel Macron recebia mensagens desta jovem na sua caixa pessoal de e-mail. Primeiro, não ligou importância, mas com o arrastar do tempo e, dada a persistência, o ministro da Economia decidiu, a 16 de fevereiro, apresentar uma queixa formal, avança o jornal Midi Libre.

Sendo o queixoso um elemento do governo, o caso foi entregue à Polícia Judiciária, que rapidamente conseguiu localizar a autora dos e-mails: uma jovem de Juvignac, região de Montpellier. As autoridades confiscaram o computador e o telemóvel dela e detiveram-na pelo "envio repetido de mensagens maliciosas com vista a perturbar a tranquilidade de outrem".

Segundo fonte judicial citada pelo jornal francês, a jovem enviava mensagens em que declarava a sua paixão pelo ministro e, em algumas, juntava imagens de caráter erótico.

As autoridades não acreditam estar perante alguém perigoso, mas admitem que a jovem venha a ser observada por um psiquiatra, para perceber se a obsessão pelo ministro é uma situação passageira ou um sintoma mais grave.

Diz o jornal que, de acordo com a lei, a jovem incorre numa pena até um ano de prisão e multa de 15 mil euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG