Coronavírus mata mais uma pessoa fora da China continental

Um homem de 61 anos morreu em Taiwan vítima do vírus COVIOD-19. Não esteve fora do território recentemente, mas era taxista, pelo que se suspeita que tenha sido infetado por um passageiro.

Taiwan anunciou este domingo a primeira vítima fatal do novo coronavírus no seu território, ampliando para cinco os mortos fora da China continental, onde o balanço é de 1.665 óbitos.

Trata-se de um homem de 61 anos, habitante do centro de Taiwan, que apresentava problemas de saúde e não tinha saído do país recentemente. Morreu sábado no hospital, após ter dado positivo para o novo coronavírus, informaram as autoridades.

Esta nova vítima soma-se às de Filipinas, Hong Kong, Japão e França.

"O caso mais recente envolveu um taxista. Os seus principais passageiros tinham chegado da China, de Hong Kong e de Macau", afirmou o ministro da Saúde de Taiwan, Chen Shih-chung.

Segundo o governante, as autoridades estão a examinar a lista de clientes do taxista e o seu histórico de viagens, para tentar encontrar o possível transmissor do vírus. Um familiar da vítima, com 50 anos, também foi infetado, mas não apresenta sintomas.

Já são 20 os casos confirmados de COVID-19 em Taiwan.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG