Quatro pescadores norte-coreanos encontrados à deriva e resgatados pela Coreia do Sul

O Governo vai decidir agora se repatria os pescadores ou lhes concede asilo "de acordo com a vontade de cada um e depois de concluídas as investigações"

O Governo de Seul anunciou hoje o resgate de quatro pescadores norte-coreanos que se encontravam à deriva em águas próximas da costa sul-coreana, após ter repatriado, na semana passada, outros seis norte-coreanos.

A guarda costeira descobriu os quatro pescadores em duas embarcações na costa oriental do país, entre sexta-feira e sábado, segundo anunciou hoje o Ministério da Unificação de Seul, que investiga os detalhes de cada caso.

O Governo vai decidir agora se repatria os pescadores ou lhes concede asilo "de acordo com a vontade de cada um e depois de concluídas as investigações", explicou Lee Duk-haeng, porta-voz da Unificação, em declarações reproduzidas pela agência noticiosa Yonhap.

O resgate teve lugar depois de na quarta-feira Seul ter enviado para o Norte outros seis pescadores norte-coreanos que manifestaram o desejo de regressar ao seu país, após terem sido encontrados à deriva na semana anterior.

A Coreia do Sul entrega habitualmente os pescadores norte-coreanos, cujas embarcações ficam à deriva e cruzam a fronteira marítima comum.

Seul e Pyongyang permanecem tecnicamente em guerra desde o conflito de 1950-53 que terminou com um armistício nunca substituído por um tratado de paz definitivo.

Além disso, Sul e Norte mantêm encerradas as suas linhas de comunicação desde o agravamento das relações bilaterais no ano passado.

Atualmente, a península coreana atravessa uma escalada de tensão devido aos contínuos testes nucleares e de mísseis do regime liderado por Kim Jong-un.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG