Como o HIV, covid-19 "pode nunca vir a desaparecer"

Organização Mundial da Saúde não está otimista e alerta que todos devem mentalizar-se que "levará algum tempo para sairmos desta pandemia".

A Organização Mundial da Saúde alertou, na quarta-feira, durante uma conferência de imprensa, que é provável que o novo coronavírus nunca venha a desaparecer.

"Este vírus pode tornar-se apenas outro vírus endémico nas nossas comunidades e pode nunca vir a desaparecer", disse o diretor executivo da organização, Mike Ryan.

"O HIV não desapareceu - mas chegamos a um acordo com o vírus", acrescentou, citado pela BBC.

Atualmente, existem mais de 100 possíveis vacinas em desenvolvimento - mas o responsável da OMS lembrou que existem outras doenças, como o sarampo, que ainda não foram eliminadas, apesar de existirem vacinas.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, enfatizou que, no entanto, ainda é possível controlar o novo coronavírus, apesar de exigir esforço.

OMS alerta para segunda vaga de infeções e recomenda alerta máximo

"A trajetória [que a doença irá tomar] está nas nossas mãos, é assunto de todos, e todos devemos contribuir para acabar com esta pandemia", afirmou.

A epidemiologista da OMS, Maria van Kerkhove também, disse também que todos devem mentalizar-se que "levará algum tempo para sairmos desta pandemia".

Alertas feitos numa altura em que vários governos estão a reabrir ou prestes a reabrir as empresas e a reativar as suas economias, o que levou o diretor-geral da OMS a alertar para o facto de não existir ainda uma forma de diminuir as restrições sem desencadear uma segunda vaga de infeções.

"A nossa recomendação ainda é para que o estado de alerta em qualquer país esteja no nível mais alto possível", afirmou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG