Cinema mais antigo do mundo resistiu à Grande Depressão e à Netflix. Mas a pandemia pode fechá-lo

O State Theatre, situado na cidade rural de Washington, no estado de Iowa, está a atravessar uma grave crise e os seus donos não colocam de parte e possibilidade de encerrar.

O State Theatre, reconhecido pelo Guinness como o cinema mais antigo do mundo (foi inaugurado em 1897), sobreviveu à Grande Depressão da década de 1930 e até à chegada da Netflix. Mas está em risco de fechar as portas devido à crise económica gerada pela pandemia de covid-19.

A cidade de Washington, no Estado de Iowa, localizada numa zona rural, até nem é das localidades norte-americanas com mais casos de covid-19 registados - com apenas 7000 habitantes teve apenas 11 mortes. Mas não foi poupada aos efeitos económicos do novo coronavírus.

O cinema State Theatre, inaugurado em 1897 e reconhecido oficialmente em 2016 pelo livro Guinness dos Recordes como o cinema mais antigo do mundo a funcionar em permanência, não fugiu à crise que afeta o sector cinematográfico - da produção de filmes às salas de cinema. E pode agora seguir o exemplo de outra famosa sala de cinema, que recentemente anunciou que ia fechar temporariamente as suas salas nos EUA depois da estreia do novo filme de James Bond ter sido adiada.

"Vamos conseguir continuar abertos até o fim de 2020, mas não sabemos o que vamos fazer, porque Hollywood não está a produzir novos filmes e ainda não há uma decisão do governo americano quanto a um pacote de auxílio", disse à BBC Russell Vannorsdel, vice-presidente da Fridley Theathers, empresa dona do State Theatre.

Para Vannorsdel, a pandemia é o mais duro teste à sobrevivência do State Theatre desde que abriu portas há 123 anos. "Sobrevivemos a ameaças como a Grande Depressão (a famosa crise económica entre 1929 e 39), a crise financeira de 2008 e até à chegada dos filmes de aluguer e dos serviços de streaming. Mas quantos mais golpes conseguiremos aguentar? Não vamos conseguir sobreviver para sempre com estes prejuízos semanais", referiu

As receitas do State Theatre caíram 70% em 2020, mesmo depois de os cinemas de Iowa terem sido autorizados a reabrir portas em maio. O grupo manteve o pagamento dos salários dos funcionários, mesmo tendo limitado a abertura do espaço entre sexta e domingo.

Na ausência de novos lançamentos de filmes, a única sala de cinema local tem sido usada para transmitir eventos desportivos e filmes mais antigos.

Durante os dois meses em que o State Theatre esteve fechado, devido à quarentena imposta em Iowa, uma das soluções foi fazer entregas de pipocas ao domicílio - o local tem uma máquina antiga, em funcionamento desde 1948.

O State Theatre é a única sala de cinema num raio de 50 km, e a cidade já se tinha unido anteriormente para a salvar. Na sequência de um incêndio, em 2010, a empresa dona do cinema quis demolir o edifício e construir um cinema mais moderno. Mas a população rejeitou a ideia e forçou a empresa a reconstruir o antigo cinema, uma das atrações turísticas de Iowa.

Mas agora, devido aos efeitos económicos da pandemia, o cinema mais antigo do mundo corre mesmo o risco de fechar as portas, até porque o cenário em torno da indústria cinematográfica não é nada animador.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG