Cidade suíça proíbe discotecas silenciosas

Autoridades de Lausanne consideram que discotecas onde as pessoas ouvem música por auscultadores são demasiado barulhentas

A cidade suíça de Lausanne recusou licenciar duas discotecas silenciosas nos telhados - locais onde as pessoas podem dançar, ouvindo música por um auscultadores -, depois de as autoridades terem recebido muitas queixas da população.

Florence Nicollier, chefe do departamento local de regulação, disse à imprensa que o problema não tem a ver com o som da música, mas sim com o facto de as pessoas cantarem em voz alta.

As chamadas "silent parties" são já um fenómeno na Europa. A música não vem dos altifalantes, mas é transmitida da cabine dos DJ diretamente para os fones de ouvido de quem está na pista. Uma experiência incomum, mas não menos empolgante.

A Suíça tem leis muito rigorosas em relação à poluição sonora e ao barulho. A lei de Genebra proíbe "barulho excessivo" a qualquer altura do dia, com especial atenção para o período noturno. Exemplos? Crianças a saltar, tarefas domésticas ou tomar banho durante a noite.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG