Ciclones Trevor e Veronica obrigam a maior evacuação na Austrália desde 1974

Durante o fim de semana, Trevor pode atingir a categoria quatro e Veronica a categoria cinco.

As autoridades australianas decretaram o estado de emergência no ocidente e no norte do país na sequência da passagem de dois ciclones, o Trevor e o Veronica. Segundo o jornal The Guardian, foram necessárias operações de evacuação que são as maiores desde 1974, quando o ciclone Tracy praticamente destruiu toda a cidade de Darwin.

Durante os últimos dois dias, os cidadãos que residem nas zonas afetadas foram aconselhados a juntarem-se a abrigos e a prepararem kits de emergência. Pelo menos duas mil pessoas em Groote Eylandt e McArthur River Mine, na região de Borroloola, foram retiradas das suas casas e levadas para as cidades de Darwin e Catherine, onde foram criados abrigos públicos."Groote Eylandt deve sentir os efeitos do ciclone, como ventos destruidores, chuvas forte e marés anormalmente altas", pode ler-se num comunicado das autoridades.

"Mais de 2000 cidadãos foram retirados de Borroloola e transportados num C-130 militar pela Força de Defesa Australiana para escapar ao ciclone Trevor. A operação faz parte da maior evacuação em massa no território do Norte desde o ciclone Tracy em 1974", disseram as autoridades.

Segundo as previsões, o ciclone poderá aumentar de intensidade até à categoria 4, com ventos que devem alcançar os 279 quilómetros por hora.

No início da semana, o Trevor já deixou um rasto de destruição no estado de Queensland provocando danos materiais com ventos de mais de 133 quilómetros por hora que derrubaram árvores e postes elétricos.

Já na Austrália Ocidental, o ciclone Verónica, que deve tocar a terra este fim de semana na costa de Pilbara, pode chegar ao nível cinco. "Embora seja possível que o ciclone enfraqueça antes de chegar a Pilbara, é provável que faça estragos", indicou o instituto de Meteorologia australiano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG