Choe In-guk: Filho de desertores sul-coreanos muda-se para a Coreia do Norte

O desertor afirma que dedicará o resto de sua vida à causa da reunificação das coreias.

Choe In-guk, filho de um ex-chanceler sul-coreano, desertou para o norte na semana passada, segundo o The New York Times . Chegou a Pyongyang, capital da Coreia do Norte, no sábado passado para se instalar permanentemente no país. É muito raro tal acontecer, é mais comum as pessoas do norte tentarem fugir para o sul, como lembra a BBC .

Choe é filho de Choe Dok-shin, um ex-ministro dos Negócios Estrangeiros sul-coreano que fugiu para o norte, anos depois de se ter envolvido num escândalo de corrupção e disputas políticas com o então presidente Park Chung-hee.

Segundo os media estatais norte-coreanos, Choe In-guk irá viver na Coreia do Norte e trabalhar em questões de reunificação. Decidiu viver no norte de uma vez por todas porque esse era o desejo de seus pais: trabalhar pela unificação com a Coreia do Sul, de acordo com um comunicado publicado pelo The New York Times. No site de propaganda norte-coreano Uriminzokkiri, Choe é citado, "viver e seguir um país pelo qual me sinto grato é um caminho para proteger a vontade deixada por meus pais".

Os dois países estão formalmente em guerra e os sul-coreanos precisam de permissão para visitar o norte. Segundo o jornal The Washington Post , o Ministério da Unificação da Coreia do Sul confirmou que Choe não solicitou permissão para a viagem. Para os especialistas, se violou a lei ao não pedir permissão ao governo, poderá ser preso caso volte ao sul.

Quem visita secretamente a Coreia do norte pode ser condenado até 10 anos de prisão, sob uma lei de segurança sul-coreana.

De acordo com a BBC, Oliver Hotham, do site de notícias NK News, afirma que "ainda não está claro como ocorreu exatamente a deserção". "Mas seria bastante simples para um sul-coreano chegar ao norte se tivesse livre-trânsito para viajar pela China", diz ainda.

Porém, os media sul-coreanos dizem que Choe viajou para Pyongyang via Pequim com um visto emitido pelo governo norte-coreano.

Quem é Choe In-guk?

Choe é um cidadão sul-coreano de 73 anos de idade, tem mulher e uma filha mas pouco se sabe acerca da sua vida pessoal. Os seus pais, Choe Dok-shin e Ryu Mi-yong foram os sul-coreanos mais conhecidos a fugir para o norte desde o fim da Guerra da Coreia. Deixaram para trás três filhas e dois filhos.

Exclusivos