China ordena encerramento do consulado dos Estados Unidos em Chengdu

China responde ao encerramento do consulado chinês em Houston, no estado norte-americano do Texas.

A China ordenou esta sexta-feira o encerramento do consulado dos Estados Unidos em Chengdu, no sudoeste do país, três dias após as autoridades norte-americanas terem encerrado o consulado chinês em Houston, no estado do Texas.

A decisão constitui "uma resposta legítima e necessária às medidas irracionais dos Estados Unidos", defendeu em comunicado o Ministério dos Negócios Estrangeiros da China.

O Ministério não especificou a data de encerramento da representação diplomática. No caso de Houston, o governo de Donald Trump deu aos diplomatas chineses apenas 72 horas para fazerem as malas.

Além da embaixada em Pequim, os Estados Unidos têm cinco consulados na China continental e um na região semiautónoma de Hong Kong, que é também responsável por Macau.

A missão de Chengdu, inaugurada em 1985, cobre todo o sudoeste da China, incluindo a Região Autónoma do Tibete. Segundo o seu portal oficial, o consulado tem 200 funcionários.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, disse na quinta-feira que o consulado chinês em Houston servia como um centro para a "espionagem chinesa e usurpação de propriedade intelectual norte-americana".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG