China "opõe-se veementemente" ao ensaio nuclear da Coreia do Norte

A China apela à Coreia para que honre os seus compromissos em matéria de desnuclearização

A China manifestou hoje a sua "forte" oposição ao ensaio nuclear realizado pelo seu aliado norte-coreano, o quinto levado a cabo por Pyongyang e o mais forte até à data, segundo a Coreia do Sul.

"Hoje a RPDC (República Popular Democrática da Coreia, nome oficial da Coreia do Norte) realizou novamente um ensaio nuclear, apesar da oposição geral da comunidade internacional, teste ao qual o governo chinês se opõe veementemente", disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês em comunicado.

"Apelamos energicamente à RPDC a honrar os seus compromissos em matéria de desnuclearização, a implementar as resoluções do Conselho de Segurança e a evitar qualquer ação suscetível de deteriorar a situação", acrescentou a diplomacia chinesa.

O texto apela para que se resolva o diferendo através das negociações a seis partes, um processo interrompido durante um longo período e que conta com as duas Coreias, Rússia, China, Japão e Estados Unidos.

O teste nuclear de hoje, confirmado pela Coreia do Norte, foi realizado no dia em que se celebra o aniversário da fundação da Coreia do Norte, em 1948.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG