Cargueiro russo bate recorde de velocidade em voo para Estação Espacial Internacional

O voo teve a duração de três horas e vinte minutos, menos 30 segundos que o anterior recorde do mundo (em 2019).

O cargueiro espacial Progress MS-14, que chegou este sábado de manhã à Estação Espacial Internacional (EEI), estabeleceu um novo recorde de velocidade no voo, informou o diretor-geral da agência espacial russa Roscosmos, Dmitri Rogozin.

"O voo demorou três horas e vinte minutos. Trata-se do melhor resultado de sempre na história dos voos espaciais", escreveu aquele responsável no Twitter, citado pela EFE.

O anterior recorde pertencia à nave Progress MS-12 que em 2019 demorou mais 30 segundos a chegar à Estação Espacial Internacional.

O voo da Progress MS-14 foi feito na chamada trajetória 'super-rápida' de duas voltas: a nave acoplou-se automaticamente no módulo Zvezda do segmento russo da EEI pouco mais de três horas depois de ter partido do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

À espera na Progress MS-14 na EEI estavam os cosmonautas russos Anatoli Ivanishin e Iván Vágner, e pelo austronauta da NASA Chirstopher Cassidy, que chegaram à Estação Espacial Internacional a 9 de abril a bordo da sonda tripulada Soyuz MS-16.

A bordo do Progress MS-14 seguiam 700 quilogramas de combustível para a estação, além de 1 350 quilogramas de água, equipamentos científicos, alimentos e medicamentos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG