Canadá vai receber refugiados com entrada proibida nos EUA

Na rede social Twitter, Justin Trudeau escreveu: "Para aqueles que fogem de perseguições, terrorismo e guerra, os canadianos vão receber-vos, independentemente da vossa fé. A diversidade é a nossa força"

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, afirmou hoje que o Canadá "vai receber" os refugiados rejeitados pelo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Numa mensagem na rede social Twitter, Trudeau escreveu: "Para aqueles que fogem de perseguições, terrorismo e guerra, os canadianos vão receber-vos, independentemente da vossa fé. A diversidade é a nossa força #BemVindosaoCanadá".

Trudeau difundiu, também no Twitter, uma fotografia do momento em que recebe uma criança síria, no aeroporto de Toronto.

Depois de ser eleito, no final de 2015, o primeiro-ministro canadiano supervisionou a chegada de mais de 39 mil refugiados sírios.

O governo liberal canadiano tem tentado equilibrar a sua visão do mundo e as relações com a nova administração norte-americana.

Mais de 75% das exportações do Canadá são destinadas aos Estados Unidos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG