Bélgica divulga novas imagens do terrorista "do chapéu" que está a monte

A procuradoria federal belga encontrou o terceiro terrorista do aeroporto de Zaventem noutras câmaras de videovigilância

A Bélgica revelou esta quinta-feira novas imagens do terceiro terrorista do atentado ao aeroporto de Zaventem, em Bruxelas a 22 de março. Este homem, que é apelidado de "homem do chapéu" desde que foram divulgadas imagens no aeroporto em que envergava um chapéu preto, terá feito um percurso a pé de mais de duas horas após as explosões. As autoridades reconstruíram esse percurso através de imagens de câmaras de videovigilância nas ruas, e divulgaram agora novas imagens do terrorista.

O homem é o último terrorista que falta identificar dos atentados de 22 de março. Os dois homens filmados com ele no aeroporto fizeram-se explodir e já foram identificados como Najim Laachraoui e Ibrahim el-Bakraoui. O irmão de Ibrahim, Khalid, fez-se explodir no metro de Bruxelas no mesmo dia. Os dois atentados em conjunto mataram 32 pessoas no aeroporto e na estação de metro de Maelbeek.

O "homem do chapéu" terá saído do aeroporto pouco antes das explosões, revela a procuradoria federal belga, e percorrido cerca de 10 quilómetros a pé até ao centro da cidade de Bruxelas. Pelo caminho, tirou o casaco claro que vestia, e ter-se-á livrado dele. Nas novas imagens, divulgadas esta quinta-feira pela polícia federal, é possível ver como a certo ponto do percurso o homem surge de camisa azul, mas ainda com o chapéu preto que lhe garantiu a alcunha na imprensa.

No dia dos atentados, este terrorista acompanhou os dois bombistas suicidas até ao aeroporto e deixou lá bagagem cheia de cargas explosivas, que não chegou a detonar. O homem continua a monte. No site da polícia federal é possível consultar o trajeto que o homem percorreu depois de sair do aeroporto.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG