Aumento de pedidos leva China a abrir centro em Lisboa para emitir vistos

Embaixada da China vai inaugurar um escritório na Avenida António Augusto de Aguiar onde passará a receber e a entregar os pedidos de vistos para entrar no país

A cerca de um mês da visita do presidente da China, Xi Jinping, a Portugal (4 e 5 de dezembro) a representação diplomática chinesa vai inaugurar um centro de receção e levantamento de vistos para a entrada naquele país.

A abertura deste espaço está relacionada com o aumento dos pedidos de autorizações que se tem registado nos últimos anos e tem como objetivo melhorar o atendimento, como refere numa nota que está disponível no seu site.

Este centro de pedido e entrega de vistos vai ser inaugurado na quarta-feira, 7 de novembro, e estará aberto entre as 09.00 e as 15.00 para a entrega de documentação e entre as 09.00 e as 16.00 para o levantamento dos vistos.

Segundo a explicação divulgada pela embaixada esta decisão está relacionada com a necessidade de "melhorar a qualidade dos serviços" e segue uma prática seguida por outras representações chinesas.

De acordo com essa informação já foram abertos 73 centros deste tipo em 36 países, nomeadamente Reino Unido, Alemanha, França e Itália.

Neste centro estará ainda disponível um serviço de atendimento telefónico para fornecer informações sobre os vistos, além da receção e resposta a pedidos efetuados por mail.

Há, todavia, alguns casos em que os pedidos de visto continuam a ter de ser tratados nos serviços da embaixada: passaportes diplomático/especial, vistos diplomáticos/de cortesia/de serviço ou permissão de entrada nas regiões administrativas especiais de Hong Kong e Macau.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG