As gafes mais memoráveis do duque de Edimburgo

O marido da rainha da Inglaterra, que hoje anunciou que se vai retirar da vida pública, é conhecido pelos comentários e piadas controversas

O duque de Edimburgo, príncipe Filipe, vai abandonar a vida pública este ano e promete deixar saudades, especialmente pelo seu senso de humor - muitas vezes incompreendido. Nos últimos 50 anos, foram várias as declarações polémicas do marido da rainha Isabel II de Inglaterra que provocaram momentos constrangedores em eventos públicos.

"As mulheres britânicas não conseguem cozinhar", disse o duque de Edimburgo em 1961, num evento do Instituto das Mulheres Escocesas, segundo o British Pathe.

"Parece o tipo de coisa que a minha filha faria nas aulas de arte da escola", comentou o príncipe em 1965, enquanto via peças de arte tradicionais na Etiópia.

"És uma mulher, não és?", perguntou o duque no Quénia a uma mulher que lhe oferecia um presente, em 1984.

"Se ficarem aqui muito mais tempo vão ficar todos com os olhos em bico", disse o príncipe em 1986 a um grupo de jovens britânicos que estudava em Xian, na China.

"Se tem quatro pernas e não é uma cadeira, se tem duas asas e voa mas não é uma aeronave e se nada mas não é um submarino, os cantoneses [chineses] vão comê-lo", disse o duque em 1986 num encontro do Fundo Mundial para a Natureza.

"Parece que está pronto para ir para a cama", disse o príncipe ao presidente da Nigéria em 2003, numa referência às vestes tradicionais do presidente.

Não acredito que uma prostituta tenha mais moral do que uma mulher e ambas fazem a mesma coisa

Em 1988, o príncipe falou sobre a moral das prostitutas e mulheres em geral durante uma discussão sobre se as pessoas que matam animais para comer têm mais moral do que as que praticam desportos sangrentos.

"As Filipinas devem estar meio vazias. Vocês estão todas aqui a tomar conta do sistema nacional de saúde", disse o príncipe a enfermeiras filipinas num hospital britânico, em 2003.

"A maioria de vocês não é descendente de piratas?", perguntou o duque a um homem nas Ilhas Caimão, em 1994, segundo o Mashable.

"Como mantêm os nativos longe do álcool tempo suficiente para passarem no teste?", perguntou o duque a um instrutor de condução na Escócia, em 1995.

"Surdas? Se estão perto daquilo não admira que estejam surdas", disse o príncipe Filipe durante uma visita a uma escola de crianças surdas, em 2000. Ao lado, estava uma banda das caraíbas com tambores de aço.

"Podias perder um bocado de peso", disse o príncipe a um rapaz de 13 anos em 2001 que disse que queria ser astronauta.

Vocês ainda atiram lanças uns aos outros?

Em 2002, o duque foi criticado por ter perguntado a indígenas na Austrália se eles ainda atiravam lanças.

"Então quem usa drogas aqui? Ele parece que usa drogas", disse o príncipe, enquanto apontava para um rapaz de 14 anos num centro para jovens em Bangladesh, em 2002.

"Os gatos matam mais pássaro do que os homens. Porque não criamos o slogan: 'Mate um gato e salve um pássaro?", perguntou o príncipe em 1965.

Em 2009, o príncipe perguntou a uma aluna dos Sea Cadet, o equivalente à marinha, se trabalhava num bar de strip. Quando ela disse que não ele respondeu: "de qualquer forma, estava muito frio".

O príncipe Filipe, de 95 anos, e a rainha Isabel II comemoram 70 anos de casados em novembro.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG