"Apagão" no parlamento da Venezuela em pleno debate sobre eletricidade

Sessão teve de ser suspensa após vários apagões. Primeiro ocorreu quando um deputado defendia a política do governo em matéria de eletricidade

O parlamento venezuelano, dominado pela oposição ao Presidente Nicolás Maduro, ficou 'às escuras' na quarta-feira durante um debate em que os deputados debatiam um diploma sobre o setor elétrico, afetado por uma grave crise económica.

Um primeiro 'apagão' ocorreu quando Ramon Lobo, deputado da ala pró-Maduro, defendia a política do governo em matéria de eletricidade.

"A realidade do país atinge-os em cheio na cara", ironizou o deputado da oposição Luis Florido, na rede social Twitter.

A eletricidade foi restabelecida minutos depois e a sessão foi retomada. Contudo, um novo 'apagão' obrigou à suspensão definitiva.

Os cortes no fornecimento de energia elétrica são frequentes na Venezuela, afetada por uma grave crise económica devido à queda dos preços do petróleo, a principal fonte de receitas públicas.

O Governo de Nicolás Maduro aplicou, no início do ano, uma série de medidas, que duraram vários meses, de racionamento da energia elétrica, que incluíram um corte no número de horas de trabalho dos funcionários públicos.

Exclusivos