10 milhões de pessoas sem água em Nova Deli

Protestos violentos forçaram encerramento de estradas principais e do sistema ferroviário no Norte da Índia.

Mais de dez milhões de pessoas em Nova Deli - pouco menos do que a população de Portugal - estão sem água depois de manifestantes terem sabotado um dos canais que abastecem grande parte da cidade.

Pessoas da comunidade Jat, uma casta rural considerada alta na Índia, sabotaram o canal de Munak exigindo melhores condições de trabalho e vagas nos estabelecimentos de ensino para os seus membros, como as que existem para castas consideradas mais inferiores no país.

Entretanto as forças militares indianas recuperaram o controlo do canal.

A comunidade Jat, que vive sobretudo da agricultura e viu as colheitas prejudicadas por dois anos de seca, chegou, entretanto, a acordo com as autoridades. Apesar disso espera-se que distribuição de água apenas seja restabelecida dentro de alguns dias porque é preciso realizar obras de reparação no canal.

16 pessoas morreram e centenas ficaram feridas nos confrontos que duravam há três dias.

Todas as escolas encontram-se encerradas devido à crise da água.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG