Ministro diz que Jaime Fernandes era uma "personalidade marcante da comunicação social"

O ministro da Cultura relembrou Jaime Fernandes como uma pessoa que muito contribuiu para o desenvolvimento da rádio e da televisão em Portugal

O ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, manifestou o seu pesar pela morte de Jaime Fernandes, provedor do telespetador da RTP, realçando que o responsável foi uma "personalidade marcante da comunicação social".

Na nota de pesar enviada às redações, o governante assinalou ainda que Jaime Fernandes "muito contribuiu para o desenvolvimento da rádio e da televisão em Portugal", apresentando as suas condolências "à família e à RTP".

Jaime Fernandes, 69 anos, que exerceu vários cargos na RTP e era desde 2013 provedor do telespetador da televisão pública, morreu esta quinta-feira, de acordo com fonte da RTP.

Além de provedor, integrava ainda a administração da Meo/Arena, onde estava envolvido na organização da Web Summit.

Antes do 25 de abril de 1974, Jaime Fernandes exerceu as funções de locutor e jornalista da então Emissora Nacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG