O NewsMuseum já abriu. E Marcelo foi o primeiro a entrar

O Presidente da República foi visitante número um do NewsMuseum, que abriu portas à meia-noite de 25 de abril, em Sintra. António Costa e Pedro Passos Coelho também estiveram presentes

"Se eu fosse criança e visitasse um museu destes, ficava absolutamente deslumbrado. Porque tem tudo: a guerra, os duelos, a propaganda, a história de Portugal de trás para a frente... É muito completo. É excecional". Com estas palavras, Marcelo Rebelo de Sousa inaugurava, nos primeiros minutos desde 25 de abril, o NewsMuseum, nas antigas instalações do Museu do Brinquedo, em Sintra.

O Presidente da República - que até brincou com o facto de, ele próprio, ser uma "peça" deste museu - foi acompanhado pelo diretor do espaço, Rodrigo Moita de Deus e por Luís Paixão Martins, antigo jornalista e consultor de comunicação, enquanto percorria os três andares do edifício para conhecer os mais de 25 módulos temáticos - jornalismo de guerra, desportivo, rádio, fotojornalismo, entre outros - e as atividades interativas à disposição.

O Presidente da República experimentou o lado interativo do museu

O Presidente da República experimentou o lado interativo do museu

Tanto Marcelo como o primeiro-ministro António Costa, que também marcou presença, experienciaram o lado mais moderno e interativo do museu e chegaram, inclusive, a divertir-se com os óculos de realidade virtual, que simulam um jornalismo futurista. "Como filho de alguém que era jornalista no 25 de abril, acho que é particularmente importante celebrarmos a data com este museu. Porque há liberdade de expressão, há liberdade de comunicação, e essa é também outra das grandes conquistas do 25 de abril. Este museu mostra-nos bem a enorme importância que a informação tem", frisou o líder do executivo.

Nestes primeiros minutos de vida do NewsMuseum, não faltaram também alguns seus curadores - como José Rodrigues dos Santos, responsável pelo espaço dedicado ao jornalismo de guerra - o antigo primeiro-ministro e presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, o presidente da câmara de Sinta, Basílio Horta, ou o presidente do conselho de administração da RTP, Gonçalo Reis.

"É um museu fabuloso. Tem toda a parte histórica e tem uma parte muito contemporânea, muito digital, muito apelativa, com a rádio, televisão, imprensa e online. E depois esta inauguração à meia-noite, com todos estes protagonistas, acho que dá um caráter de vivência, de abertura, e é um ótimo arranque", realçou Gonçalo Reis.

Grande parte do espólio do NewsMuseum tem origem, aliás, no arquivo da estação pública. "A RTP e uma série de profissionais seus, ao longo de várias décadas, contribuíram para a história dos media. Portanto, dissemos desde o início que estaríamos com os nossos conteúdos aqui presentes. Acho que isso também é uma ótima forma de não só contribuirmos para o museu, mas para enriquecermos a nossa presença, porque os arquivos da RTP são mais fortes se estiverem acessíveis às pessoas", acrescentou o responsável.

Recorde-se que, no início deste mês, o Global Media Group (detentor do DN) assinou uma parceria com o NewsMuseum, disponibilizando peças dos arquivos do DN, Jornal de Notícias, TSF, O Jogo, entre outras publicações. Os bilhetes têm o custo de oito euros para adultos, quatro euros para jovens entre os seis e os 17 anos, e as crianças até aos seis anos não pagam. Estão ainda disponíveis entradas para toda a família, no valor de 20 euros.

Ler mais