Homem mais bem pago na BBC ganha 5 vezes mais do que a mulher com maior salário

Disparidade salarial entre funcionários de topo da BBC foi revelada esta quarta-feira

O funcionário mais bem pago da BBC ganha cinco vezes mais do que a mulher com o maior salário na mesma empresa. A estação pública britânica, que conta com vários canais de televisão e rádio, revelou esta quarta-feira a lista dos dez funcionários com os salários mais altos da empresa e a primeira mulher no ranking, Claudia Winkleman, surge na oitava posição.

Chris Evans, o locutor de rádio e apresentador de televisão que chegou a fazer uma temporada do Top Gear, é o funcionário mais bem pago da BBC e recebeu entre 2,2 e 2,25 milhões de libras no ano 2016/2017, o equivalente a cerca de 3 milhões de euros anuais.

Já Claudia Winkleman, também apresentadora de televisão e que conduz agora o programa Strictly Come Dancing, recebeu entre 450 mil e 499 mil libras em 2016/2017 - entre 509 mil e 564 mil euros. O salário de Claudia Winkleman é igual ao do apresentador de televisão Matt Baker.

Nicky Campbell, Andrew Marr, Stephen Nola, Alan Shearer e Alex Jones receberam entre 400 mil e 499 mil libras - 452 mil e 564 mil euros -, um pouco menos do que Claudia Winkleman. Dois terços das estrelas mais bem pagas da BBC são do sexo masculino.

A disparidade salarial por género nota-se também no jornalismo. O jornalista mais bem pago da BBC recebe mais 200 mil libras anuais, cerca de 226 mil euros, do que a jornalista com o maior salário, segundo a Reuters.

O diretor geral da BBC Tony Hall reconheceu que a empresa precisa de combater a disparidade salarial entre homens e mulheres e prometeu que até 2020 o número de mulheres e homens nos canais de televisão e rádios será equilibrado, assim como os salários.

A BBC revelou também que 96 das suas estrelas e jornalistas ganham mais de 150 mil libras anuais, o equivalente a 170 mil euros.

A divulgação dos altos salários pagos pela BBC está a provocar contestação, já que a estação é financiada por uma licença paga pelos contribuintes do Reino Unido, onde o salário médio é de de 27,600 libras anuais, cerca de 31 mil euros, segundo o The Guardian.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG