Porto Academy arranca quinta-feira com "arquitetos de todos os continentes"

A 5.ª edição da Porto Academy, uma semana de palestras e 'workshops' sobre arquitetura, arranca na quinta-feira com "250 arquitetos e estudantes de arquitetura provenientes de todos os continentes", avança a organização.

A "Escola de Verão" da Porto Academy, organizada em conjunto com a Casa da Arquitetura e pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, decorrerá até dia 27 de julho, em vários pontos da cidade do Porto como o Teatro Rivoli, a Faculdade de Economia (FEP) ou o Bairro das Campinas, mas a "sede" das palestras será a Faculdade de Arquitetura (FAUP).

Nesta quinta edição, destacam-se as visitas guiadas às obras de Álvaro Siza, em Matosinhos, e as conferências do japonês Ryue Nishizawa, Prémio Pritzker 2010, que vai subir ao palco do Teatro Rivoli, às 19:00 de quinta-feira, e do chileno Smiljan Radic, que dará uma conferência na FEP, às 19:00, do dia 26 de julho.

Segundo a Porto Academy, a "Escola de Verão" vai levar ainda ao Porto um "leque prestigiado de convidados", que inclui "o grego Aristides Antonas, o belga Floris de Bruyn, as duplas suíças Gabrielle Hächler & Andreas Fuhrimann e Oliver Lütjens & Thomas Padmanabhan, os espanhóis Guillermo López, Irene Pérez e Jaume Mayol, o holandês Job Floris, o sueco Johan Celsing, o francês Louis Leger, o brasileiro Márcio Kogan, o português Pedro Bandeira e o irlandês Tom de Paor."

A organização do evento divulga também que este ano terá lugar um "laboratório de autoconstrução intitulado 'Lugar de Partilha', integrado no programa 'Please Share!' da Casa da Arquitetura", que consiste numa "extensão prática do trabalho de projeto a realizar durante a Porto Academy pelos participantes no estúdio do arquiteto Pedro Bandeira e decorre de 28 de julho a 11 de agosto" e que vai acontecer no Bairro das Campinas, no Porto.

Este laboratório de autoconstrução, que resulta de uma parceria da Porto Academy com a Domus Social, será coordenado pelos arquitetos Roberto Cremascoli, Nicolò Galeazzi e Ivo Poças Martins, e propõe construir uma infraestrutura "ao serviço da comunidade do Bairro das Campinas".

A Escola de Verão termina no dia 27 de julho, com uma sessão de apresentação dos trabalhos finais produzidos pelos participantes, em Matosinhos, e quem quiser assistir às palestras durante a semana deve inscrever-se através de correio eletrónico, para a organização, disponível no 'site' do evento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG