Exclusivo Procissão de Nossa Senhora da Quietação volta às ruas de Alcântara... 150 anos depois

A ideia surgiu há dois anos, mas só agora a Real Irmandade reabilita uma tradição que terá começado no final do século XVI. O cortejo sai da Igreja das Flamengas e vai percorrer as principais ruas da freguesia de Alcântara.

150 anos depois, a procissão de Nossa Senhora da Quietação volta a sair esta quarta-feira às ruas de Alcântara, por iniciativa da Real Irmandade de Nossa Senhora da Quietação, estabelecida na igreja com o mesmo nome, em Lisboa. Será precisamente a partir deste local de culto, popularmente conhecido por Igreja das Flamengas e situado na rua 1º de Maio, que se iniciará o percurso que vai passar pelas ruas centrais da freguesia de Alcântara. A Irmandade é uma associação pública de fiéis católicos, contando atualmente com 50 membros ativos e que promove atividades religiosas e culturais.

"A ideia de recuperar esta tradição lisboeta surgiu há cerca de dois anos, quando se realizou a Procissão de Nossa Senhora da Conceição, que foi o incentivo para retomar esta procissão histórica da capital portuguesa, que tem o seu regimento descrito nos antigos estatutos da Irmandade", começa por dizer Eunice Costa, presidente da Direção da Real Irmandade de Nossa Senhora da Quietação, ao DN. "A ideia foi amadurecendo e fortalecendo e, este ano, finalmente, a Irmandade, com o imprescindível apoio do Grupo da Boa Vontade da Paróquia de São Pedro em Alcântara, dos Escuteiros de Alcântara e da Junta de Freguesia de Alcântara, conseguiu consolidar todos os aspetos logísticos necessários para efetivar esta iniciativa, essencial para a manutenção das tradições de Lisboa", congratula-se.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG