Metro de Lisboa reveste de cortiça os bancos de todas as carruagens

A estimativa da durabilidade prevista para os novos bancos é de 15 anos, maior do que os anteriores bancos em tecido.

O Metro de Lisboa terminou os trabalhos de substituição do antigo forro de tecido para um novo revestimento de cortiça em todas as carruagens da sua frota.

Os novos revestimentos são produto de origem nacional, mais fácil de manter e amigo do ambiente. "O novo material dos assentos e costas, que substitui o anterior material de tecido, é formado por um compósito de cortiça, sendo mais percetível a sua textura e a sua cor natural", diz o Metropolitano de Lisboa em comunicado.

A durabilidade prevista para os novos bancos é estimada em 15 anos, sendo que é a maior do que os anteriores bancos em tecido. "Os assentos e as costas dos bancos foram dimensionados para uma total resistência na sua utilização diária".

O Metropolitano de Lisboa quer garantir melhores condições de utilização aos seus clientes e conferir ao interior das carruagens um aspeto rejuvenescido e modernizado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG