Soldados ucranianos estão no Reino Unido para iniciar plano de treino militar

10 mil soldados ucranianos vão ser preparados para o uso de armas ocidentais, mas também em táticas de patrulha.

O primeiro grupo de soldados ucranianos, muitos dos quais sem experiência militar anterior, chegou ao Reino Unido para treino de combate e iniciou a instrução em várias bases militares, anunciou este domingo o Ministério da Defesa do Reino Unido.

As primeiras centenas de recrutas estão a receber treino em diversas bases militares, num plano que prevê a preparação de até 10.000 soldados ucranianos no uso de armas ocidentais, assim como em táticas de patrulha, explicou o Governo britânico.

O treino faz parte de um pacote mais amplo de apoio à Ucrânia, que inclui 2,3 mil milhões de libras (cerca de 2,7 mil milhões de euros) em armas antitanque, sistemas de foguetes e outros equipamentos.

"Usando a experiência de classe mundial do Exército britânico, ajudaremos a Ucrânia a reconstruir suas forças e aumentar a sua resistência, enquanto defendem a soberania do seu país e o seu direito a escolher o seu próprio futuro", disse o secretário de Defesa, Ben Wallace.

Como parte do programa, o Reino Unido adquiriu amas de assalto do tipo AK para que os ucranianos possam treinar com as armas que utilizarão na linha de frente.

O Reino Unido também fornecerá equipamentos de proteção individual para os soldados, incluindo capacetes, coletes, proteção ocular, auditiva e pélvica, 'kits' individuais de primeiros socorros, bem como uniformes de campo e botas de combate.

O objetivo é transformar rapidamente civis em soldados eficazes, disse um responsável do Exército, citado pelo jornal The Times de Londres.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG