Separatistas pró-Rússia comemoram Dia da Vitória em Mariupol

Uma fita preta e laranja com 300 metros foi levada pela cidade para celebrar o Dia da Vitória em Mariupol.

Uma fita gigante preta e laranja foi exibida esta segunda-feira pela cidade de Mariupol, que está sobre o poder das tropas russas desde o mês passado, para assinalar o Dia da Vitória, que celebra a vitória soviética sobre a Alemanha nazi em 1945.

A fita de São Jorge - um símbolo das celebrações da II Guerra Mundial na Rússia, especialmente neste dia 9 de maio - foi levada pela cidade que já experienciou alguns dos combates mais violentos desde que Moscovo iniciou a sua missão a 24 de fevereiro.

A fita de 300 metros de comprimento foi levada pelos residentes de Mariupol e pelo líder separatista Denis Pushilin.

"Durante oito longos anos os habitantes desta cidade não puderam usar este símbolo de coragem e glória militar dos soldados libertadores", disse Denis na rede social Telegram, afirmando que foi "banido pelo regime de Kiev".

As tropas russas tomaram Mariupol durante várias semanas e acredita-se que centenas de cidadãos ucranianos tenham morrido na cidade do sudeste da Ucrânia que ficou sem acesso a comida, água ou eletricidade.

No final de abril, Moscovo disse ter tomado o controlo da cidade, exceto no caso da fábrica de aço Azovstal, onde as restantes forças ucranianas se encontram escondidas.

O Kremlin disse na semana passada que não estavam planeadas celebrações do Dia da Vitória na cidade atingida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG