Realizador Joel Souza "devastado". Marido de vítima agradece criação de fundo

Marido de Halyna Hutchins, diretor de fotografia morta durante rodagem de filme por Alec Baldwin, agradece a criação de um fundo para apoiar mulheres que queiram trabalhar no cinema. O realizador ferido no incidente está a recuperar.

O realizador Joel Souza diz que está "arrasado com a perda da minha amiga e colega" Halyna Hutchins. Na sua primeira declaração desde um acidente com arma de fogo, disparada pelo ator Alec Baldwin, durante as filmagens de "Rust" no Novo México, o cineasta agradeceu aos simpatizantes a "demonstração de afeto".

No seu depoimento, o realizador disse: "Estou arrasado com a perda da minha amiga e colega Halyna. Ela era gentil, vibrante, incrivelmente talentosa, lutou por cada centímetro e sempre me incentivou a melhorar.

"Meus pensamentos estão com a família dela neste momento tão difícil. Sinto-me humilde e grato pela demonstração de afeto que recebemos de nossa comunidade de cineastas, do povo de Santa Fé e das centenas de estranhos que me ajudaram ... Certamente ajuda na minha recuperação. "

Os registos do tribunal dizem que Alec Baldwin recebeu a arma de um assistente de realização que garantiu ao ator que esta estava segura.

Hutchins, uma diretora de fotografia, de 42 anos, foi mortalmente baleada no peito no incidente de quinta-feira nas filmagens de "Rust", em Santa Fé. E joel Souza, de 48, que estava atrás de Hutchins, foi tratado no hospital por um ferimento no ombro e mais tarde teve alta.

A polícia ainda está investigar o incidente e nenhuma acusação foi apresentada. As alegações judiciais mostram que o diretor assistente, Dave Halls, não sabia que o objeto continha munições reais e indicou que estava descarregada, gritando "arma fria!"

Na sexta-feira, Baldwin - que foi era a estrela e produtor do filme - disse que estava a "cooperar totalmente" com o gabinete do Xerife do Condado de Santa Fé. "Meu coração está partido por seu marido, seu filho e por todos que conheciam e amavam Halyna", escreveu ele no Twitter.

Marido apela a fundo

Matt Hutchins, marido da cineasta assassinada Halyna Hutchins, tuitou os agradecimentos da sua família pela demonstração de apoio após a morte dela.

"Halyna inspirou-nos a todos com sua paixão e visão, e seu legado é muito significativo para ser resumido em palavras", Matt Hutchins tuitou no sábado, com uma foto de Halyna e o filho. "Nossa perda é enorme."

Ele também tuitou um pedido para que todos os donativos fossem direcionados para um fundo de bolsa de estudos criado pelo American Film Institute em memória da mulher. O fundo é direcionado a aspirantes a cineastas.

Hutchins é advogado corporativo no escritório da Latham & Watkins em Los Angeles.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG