"Preocupante" e "levada muito a sério". Buckingham responde a entrevista de Meghan e Harry

As questões de raça são "preocupantes" e "serão abordadas", promete o Palácio de Buckingham numa declaração em resposta à entrevista do duque e da duquesa de Sussex.

"Toda a família está entristecida por saber até que ponto os últimos anos têm sido difíceis para Harry e Meghan", disse um porta-voz do palácio real, na sequência da entrevista do casal a Oprah Winfrey, transmitida na íntegra na segunda-feira à noite na TV britânica.

Na entrevista a duquesa revelou que um membro da família real tinha tido "várias conversas" com Harry sobre a cor da pele do seu filho e "o que isso significaria ou pareceria", o que causou um sismo mediático no Reino Unido.

"As questões levantadas, particularmente a da raça, são preocupantes. Embora algumas recordações possam variar, são levadas muito a sério e serão abordadas pela família em privado. Harry, Meghan e Archie serão sempre membros da família muito queridos", lê-se no comunicado do Palácio de Buckingham.

Oprah Winfrey já tinha esclarecido entretanto que não foi a rainha Isabel nem o duque de Edimburgo quem levantou a questão da cor da pele de Archie.

"Não partilhou a identidade comigo, mas queria ter a certeza de que eu sabia, e se eu tivesse a oportunidade de partilhar, que não era a sua avó ou avô que fazia parte dessas conversas", disse Winfrey sobre um esclarecimento de Harry.

Na entrevista, Meghan revelou que o mal-estar causado pela vida em Londres a levou pensar em suicidar-se.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG