Restos mortais encontrados em malas leiloadas eram de duas crianças

Os corpos das vítimas, com idades entre os 5 e 10 anos, terão sido armazenados durante vários anos.

A polícia da Nova Zelândia anunciou esta quinta-feira que restos mortais de duas crianças foram encontrados em malas compradas num leilão realizado em Auckland, maior cidade neozelandesa.

O inspetor Tofilau Faamanuia Vaaelua disse que os corpos das vítimas, entre os 5 e os 10 anos de idade, tinham provavelmente sido armazenados durante vários anos.

Os corpos estavam em duas malas de tamanho idêntico, acrescentou.

"A natureza da descoberta torna a investigação complexa, particularmente devido ao tempo decorrido entre a morte e a descoberta", indicou Vaaelua.

Uma família encontrou as malas depois de ter comprado um reboque cheio de artigos vendidos a granel por um armazém, tendo o responsável indicado que a família em questão não está ligada à morte, mas está "compreensivelmente perturbada com a descoberta".

A polícia, que também chamou a Interpol, está a procurar outros artigos domésticos e pessoais no reboque para identificar as vítimas.

O armazém e a propriedade de onde as malas foram levadas foram minuciosamente examinados pela equipa forense.

"Estamos a fazer o nosso melhor para identificar as vítimas" para responsabilizar o autor ou autores da morte destas crianças, disse Vaaelua.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG