Pfizer adia entrega de vacina em Espanha por "incidência logística" na Bélgica

Primeiro lote de vacinas só estará disponível esta terça-feira devido a um problema de carga e envio

O primeiro lote de vacinas da Pfizer que deveria chegar esta segunda-feira a Espanha só estará disponível amanhã devido a uma "incidência logística" na fábrica da farmacêutica, na Bélgica, segundo o El País.

A Pfizer Espanha atribui o adiamento a um problema de carga e envio, garantindo ao ministério da Saúde que as doses da vacina serão entregues esta terça-feira.

Este domingo, Espanha (como todos os países da UE) começou a vacinação contra a covid-19, mas apenas com algumas inoculações simbólicas, como a de Araceli Hidalgo, de 96 anos, a primeira pessoa a ser vacinada no país.

O DN contactou a Pfizer Portugal para tentar averiguar se a situação também afetaria em Portugal, mas fonte da empresa diz desconhecer ainda qualquer alteração ao que estava planeado.

Está previsto, segundo o diário de Madrid, que cheguem a Espanha lotes semanais de 350 mil doses até um total de 4,5 milhões da vacina desenvolvida pela norte-americana Pfizer e pela alemã Biontech.

A primeira etapa da vacinação em Espanha abarca residentes e trabalhadores de lares e centros para pessoas com deficiências e dependências assim como profissionais de saúde.

O atraso, entretanto "já resolvido", atinge sete outros países europeus, segundo informou o governo espanhol num comunicado divulgado na manhã desta segunda-feira.

Nas próximas 12 semanas, Espanha vai receber 4 591 275 doses da vacina da Pfizer com as quais poderá imunizar 2 295 638 pessoas, o que cobrirá a primeira etapa da estratégia de vacinação no país.

A Comissão Europeia comprou à Pfizer/BioNTech um total de 200 milhões de doses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG