Olaf Scholz quer gasoduto desde Portugal até à Europa Central

O chanceler alemão pede a construção de um gasoduto a partir de Portugal para diminuir a dependência energética de gás russo.

O chanceler alemão, Olaf Scholz, pediu a construção de um gasoduto desde Portugal até à Europa Central e que atravesse Espanha e França, para diminuir a dependência energética de gás russo, informa a agência Reuters.

"O gasoduto iria agora aliviar consideravelmente a situação de abastecimento", disse Scholz numa conferência de imprensa em Berlim esta quinta-feira.

Olaf Scholz disse ainda ter abordado esta questão em conversações com os líderes de Espanha, Portugal, França e a Comissão Europeia em Bruxelas, pressionando para a criação deste projeto.

Em maio, numa visita à feira de Hannover - que escolheu este ano Portugal como país parceiro -, António Costa defendeu que a "Alemanha necessita de gás", sendo o abastecimento através do porto de Sines uma "oferta que ajuda" Berlim.

"A Europa revelou uma vulnerabilidade grande do ponto de vista energético e Portugal tem condições únicas para ser uma plataforma de fornecimento de energia à Europa", considerou o primeiro-ministro.

"Esta é mais uma oferta que ajuda a Alemanha, mas não só a Alemanha, ajuda a Polónia, ajuda os países do Leste europeu que estão altamente dependentes até agora do fornecimento de gás russo e que estamos todos numa luta contrarrelógio para aumentar essa independência do conjunto da Europa relativamente ao gás russo", indicou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG