Exclusivo O primeiro-ministro que acumulou cargos no governo em segredo

Morrison assumiu, de forma partilhada, pastas da Saúde, Finanças, Tesouro, Interior e Recursos sem informar alguns ministros.

O ex-primeiro-ministro australiano Scott Morrison assumiu, em segredo, outros cinco cargos ministeriais durante a pandemia da covid-19, em alguns casos sem informar os titulares dessas pastas. Numa conferência de imprensa, o conservador defendeu-se ontem dos que o acusam de ter criado um "governo sombra" dentro do seu próprio Executivo e de ter tido um comportamento "ditatorial", alegando que só teria usado os poderes em caso de emergência. Mas a única vez que o fez, não teve nada a ver com a pandemia.

Morrison, que se demitiu da liderança do Partido Liberal depois de perder as eleições de maio, está a ser pressionado para deixar o cargo de deputado por alguns dos membros seniores da sua formação política, mas também do seu parceiro de coligação, o Partido Nacional, que não sabia de nada. O ex-primeiro-ministro pode ser alvo de uma moção de censura em setembro, após as férias parlamentares, mas os conservadores temem perder a circunscrição de Cook caso ele seja obrigado a sair.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG