Morreu o penúltimo sobrevivente do comando francês que participou no Dia D

Hubert Faure tinha 106 anos. O último sobrevivente francês do desembarque na Normandia, na II Guerra Mundial, é agora Léon Gautier, de 98 anos.

O Ministério da Defesa francês anunciou este sábado a morte de Hubert Faure, o penúltimo sobrevivente do comando Kieffer, que participou no desembarque da Normandia a 6 de junho de 1944.

"Herói da 'França Livre', Hubert Faure foi um dos 177 franceses do Dia D que desembarcaram na Normandia, um punhado de bravos homens do exército da liberdade. Ao pisar nas areias de Colleville-sur-Orne e de Ouistreham, eles encarnaram a França, foram a alma da nossa nação", lê-se o comunicado.

Faure, de 106 anos, faleceu na madrugada deste sábado. O único sobrevivente do comando Kieffer é agora Léon Gautier, de 98 anos.

Apesar de ter sido feito prisioneiro em junho de 1940 durante a invasão alemã, Faure conseguiu escapar e chegar a Inglaterra, onde se somou às Forças Francesas Livres. No desembarque na Normandia, fez parte do Primeiro Batalhão de Fuzileiros Navais do tenente da Marinha Philippe Kieffer.

"A 6 de junho de 1944, apesar dos disparos e de uma forte resistência, eles estiveram à altura das esperanças e alcançaram OS seus objetivos. Nos bosques da Normandia, apesar da tenacidade alemã, os fuzileiros navais conseguiram manter as suas posições durante semanas", afirma o comunicado.

"Grã-cruz da Legião de Honra, Huber Faure é um exemplo daqueles combatentes franceses que, ao abraçar a causa da sua pátria, defenderam a honra do nosso país e lhe permitiram sentar-se à mesa dos vencedores", completou a nota.

A ministra francesa da Defesa, Florence Parly, e a vice-ministra Geneviève Darrieussecq expressarama sua "profunda tristeza" e "acompanharam familiares e pessoas próximas em seus sentimentos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG